Primavera asiática? Golpe em Myanmar e guerras híbridas

Após anos de cessar-fogo, aliança dos principais grupos armados étnicos de Mianmar prometeram apoio aos manifestantes anti-golpe, o que se configura como o pior pesadelo do Tatmadaw (exército nacional) e região. Os três maiores grupos armados do país que pertencem a organização são: Exército de Arakan, Exército de Libertação Nacional Ta’ang e o Exército da…

Leia mais

Parceria Regional Econômica Abrangente (RCEP) – O maior acordo comercial da história da humanidade

Após oito anos de negociação, foi oficializado neste domingo (15/11), em conferência virtual, a criação do maior tratado comercial do mundo, que envolve os dez membros do sudeste asiático (Brunei, Camboja, Cingapura, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Tailândia e Vietnã) que formam a Asean (Associação de Nações do Sudeste Asiático) mais China, Japão, Coreia do…

Leia mais

Por quê a direita deveria fortalecer os organismos internacionais?

Historicamente, a esquerda tem uma maior propensão a refletir a sociedade e a economia para além de suas fronteiras físicas, mas isso não quer dizer que ela detenha o monopólio do pensamento transnacional. Para não retroagir muito sem necessidade, o corte temporal será o século XX, que já possuía um cenário de sufrágio universal, outros tipos de economia para além da indústria já eram realidade, as democracias liberais e a social democracia já existiam, e a velha tensão entre capital e força de trabalho que continuou a orientar a direita e a esquerda.

Leia mais

Criptoativos no Mundo 4.0

Valter Peixoto Neto [i] Em outubro de 2008, um desenvolvedor que se denominou como Satoshi Nakamoto, lançou um artigo chamado Bitcoin (o primeiro criptoativo): a Peer-to-Peer Electronic Cash System[ii]. Esse artigo propunha um sistema de transações eletrônicas confiáveis sem a mediação de um terceiro (bancos). A proposta tinha como base o sistema blockchain, onde, teoricamente,…

Leia mais