As flutuações da Política Externa brasileira: O momento atual

By: Victor José Portella Checchia Da República Velha (1889-1930) aos dias atuais, o Brasil conduz sua política externa em consonância aos preceitos que regem o cenário global, em que as inserções do país na política e economia internacional oscilam entre um período que se pode chamar de “pendular”, na década de 30, durante o nacional-desenvolvimentismo…

Leia mais

“Insulamento burocrático”, democracia e novos atores: o debate acerca do processo de construção da política externa brasileira

Felipe de Macedo Teixeira[1] O propósito do presente texto é apresentar ao leitor o debate contemporâneo da formação da política externa brasileira (PEB), suscitando questionamentos sobre o controle político da mesma, assim como seu caráter “insular”, ou seja, de centralização decisória em um só órgão, o Ministério das Relações Exteriores (MRE). Para isso, realiza-se uma…

Leia mais

ANÁLISE DE POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA: COMO FAZER? E O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Por Danilo Sorato* A recente eleição no Brasil reavivou o debate sobre a Política Externa Brasileira. Em parte, fruto da personalidade popular do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, mas também pelo maior fluxo de informações difundidos pelo mundo digital. Agora, as pessoas têm a possibilidade de acompanhar de perto as ações e estratégias da agenda…

Leia mais

O Brasil de Jair Bolsonaro na ressaca da Globalização Liberal

Carlos Frederico Pereira da Silva Gama[i]   Após duas décadas de governos que viveram os êxitos da globalização pós-Guerra Fria, o Brasil amanheceu em 2019 sob nova direção, saturado de outros slogans. O retorno a concepções nacionalistas de décadas (senão séculos) atrás, à primeira vista, configura um retrocesso brutal. Não obstante, o Brasil soberanista não…

Leia mais

OS LIMITES DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA APÓS O IMPEACHMENT – DE JOSÉ SERRA A ALOYSIO NUNES FERREIRA

Simplificar as complexidades da política externa é uma atitude tentadora. Por vezes pela via do personalismo (reduzindo políticas públicas às idiossincrasias do chanceler), outras vezes propugnando um downsizing institucional[i] (na direção de menos tarefas, menos ambiciosas, mais eficiência). A sedução das narrativas simples ajuda a reduzir ansiedades políticas e facilita a comunicação. Aparentemente, dissolve incertezas…

Leia mais

Turbulências na integração regional: MERCOSUL à deriva

Por: Carlos Frederico Pereira da Silva Gama[i] A Nova República vivia crise de proporções inéditas. No semestre do impeachment de Fernando Collor, o Brasil ocupava a presidência temporária do MERCOSUL. Itamar Franco chegou ao Planalto como incógnita: desconhecido da população brasileira, classificou seu próprio ministério de “pífio”. Apesar disso, o MERCOSUL permaneceu sob presidência brasileira…

Leia mais

Novo Ciclo: Reflexões

O que pode ser dito do ano de 2016, quase que em tom de retrospectiva, é que este foi marcado por uma série de acontecimentos que se não no presente, no futuro serão observados como fundamentais para o debate e a reestruturação dos paradigmas com os quais estávamos acostumados a lidar. Devido à velocidade com…

Leia mais

A Promoção dos Direitos Humanos para Refugiados no Brasil como Estratégia de Política Externa

A violação dos direitos humanos impôs o deslocamento forçado de, aproximadamente, 60 milhões de pessoas vítimas de guerras e conflitos mundo afora, até o final de 2014. Pela primeira vez após a II Guerra Mundial, esse número atingiu um marco recorde e avança progressivamente, de acordo com o relatório anual de Tendências Globais, realizado pelo…

Leia mais