2021 o ano do recomeço

Sem dúvida alguma o ano de 2020 foi um dos mais complexos na história recente e ficará marcado pela pandemia e mudanças nos processos globais. A insatisfação, a polarização política e a instabilidade econômica ditaram as pautas do ano anterior, e o confinamento ora elogiado ora criticado, levou a humanidade a um ponto de reflexão,…

Leia mais

Contributo da Integração na Africa Austral para o desenvolvimento económico dos Estados Membros: Caso de Moçambique.

Este  enquadra-se  espacialmente  na SADC e  em  Moçambique. A SADC  é importante para a nossa abordagem pois é neste órgão onde foram desenvolvidos as infra-estruturas para garantir as acessibilidades quer internas de cada país  membro quer regionais, pois permite a livre circulação de pessoas e bens promovendo desenvolvimento que é vital  para a promoção do…

Leia mais

Desglobalização: antítese dos preceitos unificadores entre as nações ou reorganização da Ordem Mundial?

Antes de entrar no cerne da questão da Desglobalização, é premente que se tenha pelo menos uma pequena introdução do que é sua antítese, ou do que supostamente deveria ser, onde muitos foram aqueles que colocaram no pedestal da excelência o termo Globalização, por se tratar do fruto, antes de tudo, da incessante busca humana…

Leia mais

GRANDE ESTRATÉGIA E O PODER MARÍTIMO BRASILEIRO (2007-2018)

O poder de um Estado sobre o seu território marinho não se faz apenas diante de sua Marinha, mas de todo um arcabouço de determinação sobre os mares, é o que a geopolítica chama de Poder Marítimo. Na teoria do Poder Marítimo, Mahan diz que a chave da hegemonia está no controle das rotas marítimas, a posse plena do Poder Marítimo é indispensável para um Estado que almeja se tornar uma potência, o mar, então é fonte de poder nacional. Martin Wight, enfatiza que um bom acesso ao mar é capaz de manter um Estado em contato com a maior parte do globo, ao passo que um Estado terrestre necessita da autorização de outros Estados para poder atravessar um território e poder entrar em contato com o globo (WIGHT, 2002, p.54).

Leia mais