Diálogos Teóricos: contribuições de Edward Carr e John Ikenberry sobre a Ordem Internacional

Rafaela Mello Rodrigues de Sá[1]             A partir da leitura de “20 Anos de Crise” (1939) de Edward H. Carr, é possível traçar uma relação com alguns conceitos abordados por John Ikenberry, em seu livro “After Victory” (2001). Além de conceitos semelhantes que são tratados pelos autores, há também uma conexão temporal, já que eles…

Leia mais

O início e o fim (?) do mandato de Donald Trump e as suas consequências para a democracia

Embora a vitória eleitoral de Donald J. Trump, em 2016, tenha sido anunciada por muitos veículos de imprensa com espanto, ela não pode ser considerada uma surpresa; na medida em que o então candidato apresentava empate técnico com a sua adversária do Partido Democrata, Hillary Clinton, nas últimas pesquisas antes do pleito. O resultado de…

Leia mais

Relações Moçambique –Malawi: Uma reflexão em Torno da Pretensão Malawiana na navegabilidade dos Rios Shire e Zambeze

O tema em pesquisa enquadra-se  espacialmente  no  Malawi[1]  e  em  Moçambique.  O  Malawi  é importante para a nossa abordagem pois é deste Estado que se aborda a Politica Externa e os esforços para a aquisição do aval para a navegabilidade no Shire[2] e no Zambeze. Moçambique  é  relevante  pois  da  navegabilidade  podem  advir  implicações negativas…

Leia mais

Por que o Veganismo não é essencialmente um movimento anti-vacina

Recentemente, o filósofo brasileiro Luiz Felipe Pondé deu uma declaração sobre Veganos em sua coluna publicada pela Folha de São Paulo, os associando ao movimento anti-vacina (dentre outras coisas). Ainda estamos vivendo em 2021, a pandemia que se iniciou no final de 2019 na China e assolou o mundo todo, contaminando cerca de 90,633,939 pessoas…

Leia mais

Encerramento de ciclos e crises institucionais na América Latina

A eleição de Hugo Chávez na Venezuela no ano de 1999 é considerada como o marco inicial da chamada Maré Rosa (Panizza, 2006), marcada pela ascensão de diversos governos progressistas na América Latina. Segundo o professor Fabrício Pereira da Silva, isso foi possível, pois as esquerdas latino-americanas aprenderam a participar de regimes formalmente democráticos e…

Leia mais