Contributo da Integração na Africa Austral para o desenvolvimento económico dos Estados Membros: Caso de Moçambique.

Este  enquadra-se  espacialmente  na SADC e  em  Moçambique. A SADC  é importante para a nossa abordagem pois é neste órgão onde foram desenvolvidos as infra-estruturas para garantir as acessibilidades quer internas de cada país  membro quer regionais, pois permite a livre circulação de pessoas e bens promovendo desenvolvimento que é vital  para a promoção do…

Leia mais

Parceria Regional Econômica Abrangente (RCEP) – O maior acordo comercial da história da humanidade

Após oito anos de negociação, foi oficializado neste domingo (15/11), em conferência virtual, a criação do maior tratado comercial do mundo, que envolve os dez membros do sudeste asiático (Brunei, Camboja, Cingapura, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Tailândia e Vietnã) que formam a Asean (Associação de Nações do Sudeste Asiático) mais China, Japão, Coreia do…

Leia mais

Encerramento de ciclos e crises institucionais na América Latina

A eleição de Hugo Chávez na Venezuela no ano de 1999 é considerada como o marco inicial da chamada Maré Rosa (Panizza, 2006), marcada pela ascensão de diversos governos progressistas na América Latina. Segundo o professor Fabrício Pereira da Silva, isso foi possível, pois as esquerdas latino-americanas aprenderam a participar de regimes formalmente democráticos e…

Leia mais

Desglobalização: antítese dos preceitos unificadores entre as nações ou reorganização da Ordem Mundial?

Antes de entrar no cerne da questão da Desglobalização, é premente que se tenha pelo menos uma pequena introdução do que é sua antítese, ou do que supostamente deveria ser, onde muitos foram aqueles que colocaram no pedestal da excelência o termo Globalização, por se tratar do fruto, antes de tudo, da incessante busca humana…

Leia mais

Desafios da implementação da Agenda 2030 no Brasil

A Agenda 2030 é um conjunto de princípios e propostas de ações acordadas pelos 193 países-membro, que compõem as Organizações da Nações Unidas (ONU). A agenda atende ao propósito primário do multilateralismo que “envolve um tipo de coordenação intencional e uma forma de interação entre os atores do sistema internacional, visando respostas coletivas a problemas…

Leia mais

Releitura de uma era de Guerra Fria: A versão sino-americana

As relações internacionais estão mudando, não de maneira pacífica, multilateral, abrangente. O que se vê é um revistar de experiências divisionistas, um mundo dividido por dois blocos antagônicos ideologicamente e que afetam os arranjos econômicos, comerciais, políticos e militares dos Estados protagonistas e suas respectivas zonas de influência. Nesse ambiente, a terminologia de Guerra-Fria 2.0,…

Leia mais

Amazônia, ultimato!

Venho estrear minha participação no CERES com esse artigo que eu considero complexo, porém extremamente urgente. Meu receio era de “chover no molhado”, já que o mundo todo vem acompanhando o que tem acontecido nos últimos meses com a Amazônia batendo recorde de queimadas e tendo maior número de focos desde 2007; territórios indígenas sendo…

Leia mais