RELIGIÃO E PODER: A fé como ferramenta de dominação

Religião e poder são temas bem controversos na história da humanidade. Se por um lado, a religião tem uma natureza espiritual e libertadora, por outro, pode-se perceber que ela foi utilizada como instrumento de dominação por aqueles que detinham o poder.  Desde o Império Romano, até os dias atuais, com a utilização de um discurso…

Leia mais

A crise do Sonho Americano: Neoliberalismo, Estado e Trump

Autores como Eric Hobsbawm[1], Noam Chomsky[2], David Harvey[3] e Francis Fukuyama[4], são de grande importância para que seja possível compreender as bases da Modernidade, em pleno século XXI. Período este, demarcado por incertezas estruturais na natureza das relações humanas e especialmente nas Relações Internacionais, na qual se faz sensível compreender como a construção de um…

Leia mais

A morte do diálogo e a decadência semântica na política e nas relações internacionais

Durante anos estudiosos, politólogos, filósofos e simpatizantes alimentaram um certo romanticismo em relação às discussões e ao ambiente dentro das instituições políticas na Idade Antiga. A imagem de homens doutos defendendo mediante o uso da retórica e outras técnicas discursivas o destino de suas nações serviram como base para o diálogo político no mundo contemporâneo.…

Leia mais

O Leviatã enfraquecido: Derretimento do poder do Estado Brasileiro sob a égide do crime organizado.

Edson José de Araujo1 RESUMO Há tempos o Estado brasileiro tem sido afetado por vários problemas culturais, sociais e políticos que abalaram em demasia sua estrutura fazendo com que todas as instituições fossem envolvidas num processo de derretimento do conceito de soberania nacional. Essa situação se tornou ainda mais insustentável com a clara demonstração de…

Leia mais

Política, religião e violência: uma breve análise da situação dos cristãos no Egito

Colaboração: Márcia de Paiva Fernandes Dentre os meses de junho a agosto de 2016, notícias sobre episódios de violência contra os cristãos no Egito aumentaram nos jornais egípcios e internacionais. Ataques à igrejas, à propriedades de cristãos e até mesmo contra indivíduos ocorreram em um número relativamente maior em comparação com outros meses. A explicação…

Leia mais

Idas e Vindas na Segurança Coletiva: A ONU entre as Torres Gêmeas e o “Estado Islâmico”

Em 20 de Novembro de 2015, o Conselho de Segurança da ONU autorizou todos os estados-membros da organização com “capacidade para tal” a adotar “todas as medidas necessárias” para coibir atos terroristas nos territórios ocupados pelo grupo “estado” islâmico/ISIS no Iraque e Síria[1]. Em 12 de Setembro de 2001, o mesmo órgão autorizou os estados-membro…

Leia mais

Breve reflexão sobre o Estado Islâmico sob a perspectiva da teoria política

Thomas Hobbes, na clássica obra Leviatã, definiu a função do Estado soberano: impor a lei e a força dentro de seu território para, assim, conter a violência generalizada e, consequentemente,estabelecer um ordenamento interno. Hobbes, evidentemente, vivia um contexto singular: uma Europa anterior ao tratado de Westfália e, portanto, ainda sem o reconhecimento mútuo da soberania…

Leia mais