bandeiras

China, Ruanda, Tanzânia, Moçambique,  Butão,  Índia, Papua Nova Guiné, Costa de Marfim, Uzbequistão,  Myamar, República Democrática do Congo, Turcomenistão, Etiópia…  13 países bastante diferentes entre si, mas que possuem um fator em comum, o elevado ritmo de crescimento em um cenário econômico adverso, sendo as nações que mais crescerão nos próximos anos conforme o relatório do Banco Mundial.

O crescimento do PIB tem sido utilizado como parâmetro para avaliar a evolução dos países no panorama internacional além de sua inserção na economia e na política mundial e até mesmo no seu desenvolvimento.

Mas apesar da aparente boa notícia que o relatório nos transmite, a realidade que se esconde atrás de cada um desses 13 estados possui muitos fatores e fenômenos que devem ser analisados e estudado, nos afastando das convenções sociais estabelecidas e nos direcionando a uma real compreensão da dinâmica existente no cenário internacional e no contexto de cada um deles.

Não podemos negar que vivemos uma era de profundas mudanças e questionamentos, sejam elas políticas, ideológicas ou econômicas.  Não sendo possível avaliar o prisma da realidade apenas por um de seus lados, como no caso do fator econômico apontado pelo crescimento do PIB, mas sendo necessário contemplar todo o conjunto, de modo que é preciso entender o que significa crescer em um mundo de mudanças, contrariando a tendência da economia mundial e os motivos que existem atrás desse crescimento assim como suas causas e possíveis impactos no sistema internacional atual e futuro.

Por esse motivo o NEMRI – Núcleo de Estudos Multidisciplinar de Relações Internacionais irá abordar ao longo deste mês o estudo e a análise destes 13 países e todas as questões que envolvem sua atuação e performance econômica, política e social no âmbito nacional e internacional.

Publicado por:Wesley S.T Guerra

Atuou como consultor internacional na área de Paradiplomacia para o Escritório Exterior de Comercio e Investimentos do Governo da Catalunha. Formado em Negociações e Marketing Internacional pelo Centro de Promoção Econômica de Barcelona, Bacharel em Administração pela Universidade Católica de Brasília, Especialista pós-graduado em Ciências Políticas e Relações Internacionais pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP, MBA em Novas Parcerias Globais pelo Instituto Latino-americano para o Desenvolvimento da Educação, Ciência e Cultura, MBA em Marketing Internacional pelo Massachusetts Business Institute e Mestrado em Políticas Sociais em Migrações na Universidad de La Coruña (España). Fundador do thinktank CERES – Centro de Estudos das Relações Internacionais. Especialista em paradiplomacia, acordos de cooperação e transferência acadêmica e tecnológica, smartcities e desenvolvimento econômico e social. Membro do Smartcities Council, IAPSS International Association for Political Sciences Students, Aliança Europa-Latina para Cidades e ECPR European Consortium for Political Research. Morou na Espanha, Itália, França e Suíça. Atualmente cursando doutorado na Espanha na área de Relações Internacionais. Atual colaborador do IGADI, CEIRI e REDEss.